O país vai criar uma rede de pesquisa em IA, com investimento de R$ 70 milhões, com foco em projetos automotivo e do agronegócio.

1.Quem irá desenvolver os projetos de IA?

Diferentes centros de pesquisas do país, com diversas competências em inteligência artificial irão compor a rede, visando desenvolver tecnologia para auxiliar o setor produtivo a avançar para a indústria 4.0. É importante lembrar que a IA faz parte da transformação digital que atinge todos os setores econômicos e atividades humanas, sendo vital para os negócios.

2.Como o Brasil vem atuando nessa área?

Há no Brasil 140 projetos de IA sendo desenvolvidos por centros de pesquisas da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. O Brasil precisa tornar a IA uma prioridade nacional, porque a projeção é que ela represente US$ 15,7 trilhões para a economia global até 2030.

3. O total de recursos de R$ 70 milhões serão insuficientes?

Sim, se pensarmos que só os Estados Unidos, que também contam com um centro nacional de IA, investirão US$ 120 bilhões em Inteligência Artificial, sendo US$ 2 bilhões para expansão da inovação, US$ 3 bilhões para educação e US$ 7 bilhões para pesquisa interdisciplinar. O Brasil quer crescer no setor com base no modelo de parceria com o setor privado, que já integra a rede, no compartilhamento de infraestrutura, desenvolvimento e recursos humanos.

4.Como a rede deve se expandir no futuro?

Buscando uma aproximação com redes internacionais na Europa, América do Norte e outras regiões. O Brasil, por exemplo, não consta do ranking das maiores empresas de tecnologia do mundo, liderado pelos Estados Unidos e China, e precisa ganhar fôlego nessa importante corrida, onde o apoio e financiamento público têm pesos estratégicos. Também é necessário realizar um trabalho para que os brasileiros conheçam mais essa tecnologia que vai revolucionar o mercado de trabalho, a educação, mobilidade, internet das coisas (IoT), bem estar social etc. A questão ainda está muito centrada se concordamos ou não com decisões tomadas por algoritmos, a IA vai muito além desse debate.

Confira as últimas atualizações jurídicas sobre o impacto do Coronavírus no Brasil e no mundo/a></a